De baixo de chuva, Hamilton vence em Interlagos de ponta a ponta e leva decisão para Abu Dhabi


E a penúltima corrida da temporada de 2016, teve muita emoção, mesmo com a corrida passando grande parte com safetycar e sendo paralisada por duas vezes, tivemos muitas ultrapassagens de tirar o fôlego e alguns acidentes como de costume nas condições climáticas que estava. Lewis Hamilton que largou na pole position conseguiu de ponta a ponta ganhar pela primeira vez na carreira o GP Brasil e com isso adiou a decisão do título para Abu Dhabi.

Nico Rosberg chegou na segunda colocação à 11s de seu companheiro, o alemão que diferente de Hamilton não teve uma corrida nada tranquila, isso porque ele chegou a receber pressão de Max Verstappen e até foi ultrapassado pelo holandês, porém o piloto da Red Bull que havia trocado os pneus de chuva extrema para os pneus intermediários precisou parar novamente para colocar os pneus de chuva extrema e com isso acabou perdendo a segunda colocação e ficando longe de ameaçar o alemão, e isso foi o suficiente para que Rosberg terminasse a corrida bem feliz, já que mesmo Hamilton ganhando a diferença que era de 19 pontos cai para 12 pontos e com isso ele tem praticamente 90% de chance de conquistar o título em Abu Dhabi, já que levando em consideração o carro que ele tem , dificilmente chegará numa posição que possa dar o título ao Hamilton.

O terceiro lugar foi de Max Verstappen, que deu um show pilotagem em Interlagos de baixo de chuva, o jovem holandês em alguns momentos parecia estar correndo sozinho de tanta facilidade que ele ultrapassava seus rivais, mas isso só aconteceu porque ele aproveitando que o safetycar estava na pista para colocar os pneus de chuva extrema novamente , assim acabou saindo na décima sexta colocação  e a 15 voltas do fim ele foi a caça pelo pódio, e em duas ultrapassagens ele ousado demais, a primeira foi com Vettel, onde fez com que o alemão saísse pra fora da pista na subi do café a segunda foi na penúltima volta quando colocou seu carro por fora na curva bico de pato e conseguiu ultrapassar o mexicano Sergio Perez que ocupava até então a terceira posição. Seu companheiro de equipe Daniel Ricciardo terminou a corrida na oitava colocação.

A equipe Force India, foi uma das equipes que mais se deu bem nesta corrida isso porque tiveram Sergio Perez terminando em quarto e Nico Hulkenberg em sétimo, marcando assim para equipe um total de 18 pontos, o que já garante a eles indiretamente o quarto lugar na tabela de construtores, já que nenhuma das Williams terminaram na zona de pontuação.

A Ferrari praticamente foi a equipe que mais sofreu, isso porque após Sebastian Vettel rodar ainda na volta 11 na subida do café e perder várias posições, viram Kimi Raikkonen aquaplanar na reta dos boxes e perder o controle o que fez com que seu carro batesse com força no muro com isso ele foi obrigado a abandonar a corrida, o alemão por sua vez conseguiu se recuperar durante a corrida e terminar na quinta posição.

Carlos Sainz Jr fez uma excelente corrida também sem erros e terminou numa ótima sexta colocação, com isso ele e a Toro Rosso vão para última etapa do ano brigando por posições na tabela, ele brigando com Alonso e Massa na tabela de pilotos e a Toro Rosso brigando com a Mclaren na tabela de construtores, isso porque a diferença entre as duas equipe é de apenas 11 pontos, porém para eles conseguirem bater a equipe de Woking vão precisar trabalhar muito, já que do outro a Mclaren conta com o grande Fernando Alonso que está na décima colocação à 6 pontos de vantagem de Carlos Sainz na tabela de pilotos.

O nono colocado foi Felipe Nasr, que havia largado na vigésima primeira colocação, e fez uma corrida impecável mesmo tendo um carro muito limitado como o da Sauber, o brasileiro que usou todo o seu talento e um pouquinho da sorte para segurar o bicampeão Fernando Alonso. Com este nono lugar, Nasr tira a Sauber praticamente do fundo do poço nesta temporada, já que ele estavam ocupando a última colocação da tabela de construtores com nenhum ponto, enquanto a Manor estava logo à frente com um único 1 ponto conquistado por Pascal Wehrlein em Mônaco.

Fernando Alonso mesmo rodando na volta 56 e caindo para décima sétima colocação, conseguiu se recuperar e terminar a corrida na zona de pontuação seguido bem de pertinho por Valtteri Bottas.




A corrida também teve alguns acidentes, porém o mais bizarro foi o de Romain Grosjean que na volta de reconhecimento, acabou aquaplanando na subida do café e bateu no muro, com isso de forma bem precoce o francês já estava fora do GP do Brasil. Porém o acidente mais sentido foi o do brasileiro Felipe Massa, que fazia neste fim de semana sua última corrida pela F1 em 'casa' e que esperava conquistar um resultado bom em frente a sua torcida mas não foi possível , faltando apenas 13 voltas para o final, Massa acabou batendo seu carro na Curva do Café. O brasileiro desceu logo do carro e foi ovacionado pela torcida , ele ainda pegou uma bandeira do Brasil e colocou nas costas e foi andando até o pitlane , ao chegar no pitlane ele ainda recebeu aplausos das equipes rivais, e lá recebeu carinho de toda sua família diante de sua torcida, um momento que levou todos as lágrimas. 



Share on Google Plus

About Raphael Carvalho

0 comentários:

Postar um comentário