Ricciardo e Verstappen se beneficiam de abandono de Hamilton e fazem dobradinha da Red Bull na Malásia


E o GP da Malásia entra na lista dos melhores desta temporada, isso porque as emoções ocorreram desta a primeira volta até as últimas, isso porque esperava-se um domínio pleno da Mercedes mas no final o que vimos foi a dobradinha da equipe Red Bull com Daniel Ricciardo e Max Verstappen, os dois pilotos que tiveram também uma boa disputa valendo o segundo lugar, porém o piloto australiano conseguiu segurar o jovem holandês e na volta 41 a Mercedes de Lewis Hamilton que até o momento vinha liderando a corrida tranquilamente e garantindo a sua volta a liderança no campeonato, acabou estourando o motor assim o inglês como qualquer outro piloto ficou inconformado, enquanto as duas Red Bull passavam por ele assumiam a ponta da corrida, na mesma volta o safetycar virtual foi acionado e a equipe dos energéticos mandou ao mesmo tempo seus dois pilotos para os boxes, com isso Ricciardo foi o primeiro fazer a troca enquanto Verstappen teve que esperar, dessa maneira a equipe conseguiu evitar um novo "Multi21" até porque quando a corrida reiniciou Ricciardo teve um ritmo muito bom que não deixava Verstappen tentar alcança-lo e foi assim até a bandeira quadriculada.

A dobradinha da Red Bull e o abandono de Hamilton também resultou no adiamento da conquista do tricampeonato de construtores da equipe Mercedes, que tinha tudo pra conquistar neste fim de semana mas por ironia do destino não conseguiram os pontos necessários para isso.



Logo atrás da dupla da Red Bull, tivemos mais um sortudo desse GP, que foi Nico Rosberg da Mercedes, que na largada chegou a ser tocado pela tetracampeão da Ferrari, Sebastian Vettel o que fez com que ele roda-se na pista e cai-se para a última colocação, enquanto Vettel abandonou a corrida, e corrida vai corrida vem, Rosberg foi escalando o pelotão até chegar em Kimi Raikkonen que no momento ocupava a quarta colocação, mas numa manobra ousada e sensacional para ultrapassar o finlandês na curva 2 ele acabou tando um leve toque com seu pneu na asa dianteira do Ferrarista e com isso a FIA resolveu dar-lhe uma punição, adicionando +10s no seu tempo final de corrida, naquele momento a intenção dele era apenas não chegar muita atrás de Hamilton para não deixa-lo abrir uma boa vantagem em relação no campeonato e ai não demorou para que ele fosse avisado pelo rádio que seu companheiro de equipe estava fora da corrida, o que realmente deve ter sido a melhor noticia pois mesmo chegando na terceira colocação ele somou com os 8 pontos que tinha sobre Hamilton mais 15 pontos , tendo agora uma vantagem de 23 pontos assim tendo uma boa vantagem sobre seu rival.

Kimi Raikkonen da Ferrari não teve muito que fazer com um carro não tão bom quanto os de seus rivais acabou terminando a corrida na quarta posição, enquanto isso seu compatriota da Williams, Valtteri Bottas que foi um dos únicos a fazerem apenas uma parada terminou a corrida quinta posição não deixando assim a dupla da Force India que terminou a corrida no top 10 abrir uma boa vantagem na tabela de construtores.

Sergio Perez e Nico Hulkenberg terminaram a corrida da mesma forma que começaram o fim de semana, no top 10, com o mexicano em sexto e o alemão em oitavo, porém mesmo tendo pontuado com os dois carros a equipe indiana apenas ficou 3 pontos à frente da Williams na tabela de construtores.

Quem surpreendeu com um excelente ritmo e uma sensacional largada, foi Fernando Alonso, que mesmo tendo largado na última colocação conseguiu reverter esse resultado negativo e já na primeira volta estava na décima posição e durante a corrida foi ganhando outras posições como a de seu companheiro de equipe e a do Nico Hulkenberg, e por ele ter não ter participado da classificação de ontem ele tinha jogos de pneus novinhos e com isso no final ele chegou a ameaçar a sexta posição de Sergio Perez, porém como o mexicano tinha uma vantagem razoável para ele conseguiu cruzar a linha de chegada com 2s de vantagem sobre o espanhol. Jenson Button também fez uma boa corrida porém não tão fora do normal como a de seu companheiro de equipe, mas conseguiu terminar na nona posição.

A décima e ultima colocação do top 10, foi de grande surpresa, isso porque quem conseguiu essa façanha foi Jolyon Palmer da Renault , com isso ele marca seu primeiro ponto na F1 e na temporada.

Os brasileiros não tiveram uma corrida boa, enquanto Felipe Massa da Williams havia largado do pitlane e ter tido ainda nas primeiras voltas um furo no pneu dianteiro o que acabou com sua corrida, Felipe Nasr da Sauber acabou abandonando a corrida devido a problemas de freios do seu C35.



Share on Google Plus

About Raphael Carvalho

0 comentários:

Postar um comentário