De ponta a ponta Nico Rosberg vence em Singapura e reassume a liderança do campeonato


E neste domingo, Nico Rosberg conquistou sua primeira vitória no circuito de Singapura, mas para ficar ainda melhor hoje ele completou a sua corrida número 200 pela Mercedes e voltou a liderança do campeonato, que agora tem 8 pontos de vantagem sobre seu companheiro de equipe. O alemão fez uma corrida sensacional sem erros e com muita pressão no fim, já que Daniel Ricciardo que era o mais cotado para vencer essa corrida acabou se surpreendendo com o ritmo de Rosberg, e mesmo no final quando a situação de Rosberg não era a das melhores já que vinha com um pneu macio de mais de 25 voltas enquanto Ricciardo que vinha com um pneu super-soft após fazer uma parada, o alemão permaneceu frio e cauteloso e recebeu a bandeirada com Ricciardo à 1s atrás, e com uma volta a mais provavelmente o australiano teria vencido a corrida.

Lewis Hamilton não teve ritmo para brigar pela ponta, então teve que manter seus esforços para conseguir terminar a corrida na terceira colocação, o que não foi muito fácil pois desde o começo da corrida até o fim ele recebeu pressão de Kimi Raikkonen, o finlandês até chegou a assumir a terceira colocação provisoriamente porém quando Hamilton foi para os boxes as equipes Ferrari e Red Bull preferiram se proteger de um possível ataque do piloto inglês e com isso Hamilton acabou ganhando a posição de Raikkonen, que mesmo utilizando os pneus ultra-macios não conseguiu ultrapassar o inglês e cruzou a linha de chegada na quarta colocação.

O piloto do dia foi Sebastian Vettel que mesmo largando na última colocação conseguiu terminar a corrida num ótimo quinto lugar, já que a corrida teve apenas um único safetycar e como sabemos Singapura não é um circuito muito fácil para se ultrapassar. 

Max Verstappen que era um dos grandes nomes para está corrida, novamente deixou a desejar, com uma largada ruim ele acabou perdendo muitas posições mas conseguiu recupera-las durante a corrida e terminar na sexta colocação, porém ele travou boas disputas com Kvyat e Perez. 

Na sétima colocação tivemos Fernando Alonso que em mais uma largada sensacional conseguiu pular da nona colocação para a quinta, porém mesmo a Mclaren levando algumas novidades o espanhol não conseguiu segurar Vettel e Verstappen, mas mostrou que neste fim de semana eles eram a quarta força do grid. Com este resultado Fernando Alonso fica apenas 5 pontos de entrar no top 10 do campeonato de pilotos. 

O mexicano Sergio Perez, conseguiu salvar a corrida da equipe chegando na oitava colocação, resultado que trás novamente a Force India para a quarta colocação na tabela de construtores com 1 ponto de vantagem para a Williams, entretanto se não fosse o acidente de Hulkenberg na largada eles provavelmente estariam com uma vantagem um pouco maior, o alemão que acabou sendo tocado por Carlos Sainz Jr quando tentava se esquivar de Verstappen que havia feito uma largada muito ruim, assim o espanhol acabou pegando a roda traseira direita de Hulkenberg que rodou ali mesmo e teve que abandonar a corrida. A equipe de Grove que não pontuou com nenhum de seus carros viu Valtteri Bottas abandonar a prova devido a um problema em seu cinto de segurança e Felipe Massa chegar apenas na décima segunda colocação. 

Daniil Kvyat parece estar voltando a pilotar como antes, isso porque ele em todos os momentos da corrida sempre teve ritmo para estar entre os 10 melhores, no começo da corrida chegou a ameaçar Alonso, mas não teve sorte de ultrapassa-lo porém Verstappen que vinha se recuperando acabou encontrando com russo, mas ninguém esperava que Kvyat iria segurar o jovem holandês que tomou o lugar dele na Red Bull, porém acabou perdendo a posição nos boxes, mas mostrou que está voltando a guiar como antes.

Na décima colocação tivemos uma grande surpresa com Kevin Magnussen que mesmo tendo praticamente um carro com chassi de 2015, conseguiu pela segunda vez na temporada terminar na zona de pontuação.

Felipe Nasr da Sauber teve uma corrida boa, levando em conta o carro limitado que tem ele conseguiu terminar a corrida na décima terceira colocação logo atrás do seu compatriota da Williams.



Share on Google Plus

About Raphael Carvalho

0 comentários:

Postar um comentário