De ponta a ponta Nico Rosberg vende em Spa mas Hamilton ainda continua líder do campeonato



Para aqueles que estavam com saudades da F1 após algumas semanas férias, simplesmente o GP da Bélgica em Spa-Francorchamps matou a saudades de todos isso porque a corrida foi recheada de toques, ultrapassagens, batidas e uma largada caótica além também é claro de alguns pilotos que brilharam neste domingo como foi o caso de Lewis Hamilton da Mercedes e Fernando Alonso da Mclaren.

Largando na primeira colocação Nico Rosberg viu toda a confusão pelos retrovisores e foi assim a corrida inteira, já que seu companheiro de equipe que era o único que poderia disputar a vitória com ele, havia largada na penúltima posição e vinha fazendo uma corrida de recuperação, assim o alemão teve a vida fácil e vence mais uma corrida quebrando a sequência de vitórias de Lewis Hamilton que havia vencido 6 das 7 corridas anteriores. Porém mesmo vencendo Rosberg ainda permanece na segunda posição na tabela do campeonato de pilotos porém a diferença caiu para 9 pontos.

Daniel Ricciardo da Red Bull aproveitou alguns problemas que houve na largada entre seu companheiro de equipe Max Verstappen com as duas Ferrari e assumiu a segunda colocação a qual permaneceu até o fim de forma tranquila já que Hamilton que chegou logo atrás na terceira posição fez o máximo que podia fazer na corrida após largar na vigésima primeira posição com isso Ricciardo conseguiu salvar a corrida da equipe e fazer bons pontos o que fez com que eles aumentassem ainda mais a diferença para a Ferrari na equipe de construtores. 





A largada foi realmente um caos isso porque Max Verstappen  simplesmente jogou toda a sua corrida fora ainda na primeira curva quando se tocou com Kimi Raikkonen que por sua vez tocou em Sebastian Vettel que não deixou espaço para o finlandês espalhar na curva e evitar o toque com o garoto da Red Bull, graças a isso Verstappen perdeu uma parte uma parte da sua dianteira o que consequentemente provocou uma perda de rendimento fazendo com que ele fosse para os boxes ainda na primeira volta, já Kimi Raikkonen seu pneu furado e também foi para os boxes, mas foi lá que a coisa quase piorou, pois enquanto os mecânicos trocavam o pneu e o bico do carro o assoalho do carro começou apresentar um princípio de incêndio mas os mecânicos conseguiram apagar e colocar novamente o finlandês na pista. Vettel foi o que mais saiu ileso na largada pois mesmo rodando com o carro e caindo para as últimas posições não teve nenhuma avaria no SF16-H. 

Ainda na primeira volta vimos Carlos Sainz Jr, Jenson Button e Pascal Wehrlein abandonar a corrida. O espanhol da Toro Rosso viu o seu pneu traseiro furar ainda na reta Kermmel e na tentativa de continuar o seu pneu começou a se deteriorar, nesse momento ele acabou indo para área de escape da curva 3  porém algo bem bizarro aconteceu a bandagem do pneu começou a simplesmente destruir a sua asa traseira e quando ele voltou para a pista quase atingiu o carro de Hamilton, e devido a esse problema e a esses estragos no carro, Sainz teve que abandonar a corrida de for prematura. Jenson Button acabou sendo acertado na traseira por Pascal Wehrlein e isso fez com que os dois abandonassem a corrida. 

Na terceira da corrida após várias confusões e ultrapassagens , outro piloto abandonou a corrida, Marcus Ericsson companheiro de equipe de Felipe Nasr na Sauber que havia largado dos boxes acabou perdendo a sexta marcha e teve que abandonar a corrida.

E na sexta volta aconteceu o último abandono da corrida, porém de forma terrível, Kevin Magnussen perdeu o controle da sua Renault na Eua Rouge e acabou batendo com muito força nas barreiras de proteção da Raidillon, a sorte do piloto dinamarquês é que ele bateu primeiro com a parte traseira do carro, Magnussen saiu mancado do carro mas estava tudo ok com ele, assim o Safetycar foi acionado e muitos pilotos se aproveitaram disso como foi o caso de Hamilton e Alonso que haviam largado nas duas última posições, isso porque muitos pilotos que estavam à frente deles fizeram paradas nos boxes antes da corrida se paralisada na nona volta, e com isso o espanhol e o inglês subiram para a quarta e quinta colocação, eles que haviam largado com pneus médios não tinham a necessidade de parar como alguns pilotos fizeram. 



A corrida a acabou ficando paralisada por cerca de 20 minutos para que a barreira de proteção onde Magnussen bateu fosse reconstruída, após isso foi dada a relargada e as coisas voltaram a ficar quentes Hamilton passou Alonso de forma tranquila e foi a caça do terceiro lugar que no momento era Nico Hulkenberg, os protagonistas da largada voltaram a se encontrar na pista após a relargada, Verstappen e Raikkonen tiveram um duelo e tanto, com direito a reclamação no rádio por parte do finlandês da Ferrari,
pois ao tentar ultrapassar o holandês da Red Bull na reta Kermmel, ele acabou sendo fechado de maneira um tanto quanto ridícula  e que consequentemente resultaria em uma penalização porém não, na volta seguinte, Verstappen jogou duro novamente quando Raikkonen colocou o carro por fora na curva Les Combes e tentou ultrapassa-lo porém o garoto fez com que o piloto da Ferrari espalhasse para fora pista mas Raikkonen foi esperto e cortou a curva e ultrapassou Verstappen que não podia reclamar pois ele havia jogado sujo. Além desse episódio Raikkonen ainda se tocou com Grosjean da equipe Haas quando disputavam a décima colocação por fim o finlandês da Ferrari superou nas voltas finais o brasileiro Felipe Massa e terminou a corrida na nona posição. Max Verstappen da Red Bull terminou na décima primeira posição. 

A dupla da Force India fez um corrida sensacional com Nico Hulkenberg em quarto e Sergio Perez em quinto ambos que sempre estiveram andando no pelotão frente porém não tinham como segurar a Mercedes de Lewis  Hamilton que acabou superando-os nas voltas finais da corrida e assumindo a terceira posição. Mas mesmo assim eles tem que comemorar pois com esses pontos conquistados hoje eles assume a quarta posição na tabela de construtores superando a equipe Williams. 

Sebastian Vettel além do toque na largada acabou tendo uma corrida bem conturbada pois além de disputar posição com Verstappen, ficou um bom tempo atrás do brasileiro Felipe Massa que conseguiu segura-lo o máximo que deu, o alemão numa tentativa de ultrapassar Massa chegou a perder o ponto de frenagem e com isso piloto da Williams recuperou a posição mas na volta seguinte não teve como e graça ao DRS o alemão conseguiu superar o brasileiro e assumir a sétima posição, não demorou muito para que ele chegasse também em Fernando Alonso da Mclaren e o superasse assim conquistando a sexta posição que era o máximo que ele podia conseguir após os problemas na corrida.

Fernando Alonso é realmente um caso a parte, pois diferente de Hamilton ele de longe não um carro competitivo mas conseguiu largar da última colocação andar no top 5 e ainda terminar a corrida na sétima posição se falassem isso ontem após o treino classificatório nem ele mesmo acreditaria, chegou a andar na frente de Hamilton, Vettel , e até tentou superar a Force India de Hulkenberg na saída dos boxes que resultado em toque mas o alemão levou a melhor, com um carro ainda limitado ou melhor com um motor ainda limitado não pode fazer muito daquilo que ele realmente é capaz, mas mesmo assim segurou bravamente a corrida toda Felipe Massa da Williams, e na volta final segurou Valtteri Bottas e Kimi Raikkonen que haviam superado o brasileiro. Com esse ótimo sétimo lugar heroico numa pista que não favorecia o seu carro , ele conquistou pontos importantes para a equipe que agora supera a equipe Toro Rosso no campeonato de construtores e assume a sexta posição, enquanto ele empata com seu compatriota Carlos Sainz com 30 pontos e fica apenas 9 pontos do seu ex-companheiro de equipe Felipe Massa que ocupa a décima posição na tabela de pilotos e que terminou a corrida na décima colocação.

O brasileiro Felipe Nasr teve uma boa largada ganhou diversas posições mas devido a um pneu furado de nada adiantou e acabou terminando a corrida na décima sétima colocação, última posição entre aqueles que terminaram a corrida. 

Na sua estréia na F1, Esteban Ocon terminou na décima sexta colocação. 

A próxima etapa da F1 acontecerá já na semana que vem em Monza, onde também se espera um domínio da Mercedes, mas que desta vez possamos ver Rosberg e Hamilton brigando pela vitória. 



Share on Google Plus

About Raphael Carvalho

0 comentários:

Postar um comentário