Hamilton é contra a Mercedes impor ordens de equipe e relembra a chegada do GP da Áustria de 2002


Depois do que aconteceu na última volta do GP da Áustria, os líderes da equipe Mercedes ficaram furiosos e propuseram impor ordens de equipe entre sua dupla piloto, porém Lewis Hamilton que no GP da Espanha foi prejudicado por Nico Rosberg que acabou tirando os dois da corrida e agora quase aconteceu a mesma coisa no GP da Áustria por culpa também do alemão, pediu para que eles não fizessem isso e deixasse as coisas como estão para o bem do esporte pois ele não quer que aconteça com eles a mesma coisa que aconteceu no GP da Áustria de 2002 quando Rubens Barrichello teve que deixar Michael Schumacher ultrapassa-lo metros antes de receberem a bandeirada. 

"Eu quero correr", disse Hamilton. "Eu cresci querendo correr na melhor categoria do automobilismo e ser o melhor, superando todos os demais pilotos. Eu vi uma replay de Michael Schumacher e Rubens Barrichello de anos atrás e fiquei decepcionado como fã naquela época com o ocorrido. Não queremos ter ordens como aquela".

"Você nunca quer ter ordens de equipe. E a boa notícia é que Toto e Niki tem sido muito bons nos dando a liberdade nesses últimos três anos, e isso é importante nas corridas. Não é sempre que será perfeito, mas o automobilismo é assim.  Cada engenheiro e mecânico passaram por diversas categorias e viram o lado bom e o lado mal e sabem muito bem que essas coisas podem acontecer. "

"Estamos dirigindo a mais de 300km/h. Você espera que nós guiando um perto do outro nunca vamos ter problemas? Eu duvido. Espero que nada mude com isso, que possamos continuar disputando o título de maneira liberal. Essa é a minha honesta opinião de que é apaixonado por este esporte", concluiu o piloto inglês.


Share on Google Plus

About Raphael Carvalho

0 comentários:

Postar um comentário