Philippe Bianchi garante que os pilotos tem medo da FIA



Poucos antes do início do Grande Prêmio de Mônaco, a família de Jules Bianchi anunciou que iria tomar medidas legais contra a FIA,FOM e a ex-equipe Marussia, atualmente chamada de Manor, por causa da morte de Jules Bianchi que veio a falecer nove meses após o acidente no GP do Japão de 2014.

Philippe Bianchi, pai de Jules, garantiu que conversou com vários pilotos da F1 e eles mesmo confirmaram que o acidente de seu filho em Suzuka foi negligência do dirigentes que comandam a categoria. Mas Philippe está mais do que convencido de que os pilotos tem medo de falar de quem foi a verdadeira culpa pela morte de Bianchi

"Um piloto que está aqui comigo conversa normalmente e fala sobre o assunto, mas com uma câmera ligada, não fala nada. Todos que vem falar comigo sempre dizem que não é certo, Jules não cometeu nenhum erro. Eles (FIA) cometerem o erro. Eu tenho grande respeito pelas pessoas que compõem o painel de especialistas, mas todas essas pessoas estão perto da FIA e isso não é certo para mim ", disse em entrevista à Sky Sports.

Quanto as condições da corrida, Philippe garante que a corrida não poderia continuar daquele jeito após a entrada do safetycar, pois havia muita pouca iluminação e que Jules não cometeu nenhum erro.

"As condições eram terríveis, todos os pilotos me falaram que a não havia iluminação adequada, além da chuva forte. Não é possível que Jules tenha cometido um erro, é impossível.", explicou.

Entretanto Jackie Stewart acha que não será fácil para a família Bianchi ganhar o caso, pois de acordo com a telemetria, Jules estava indo rápido demais naquele setor que ele deveria estar num ritmo lento.


Share on Google Plus

About Raphael Carvalho

0 comentários:

Postar um comentário