Três carros por equipe na F1, deve ser decidido em novembro!!



Bernie Ecclestone, o chefão da F1, garantiu que não está muito preocupado com o risco de no ano que vem a F1 ter um grid reduzido. A Red Bull e a Toro Rosso ainda não sabem que motores vão ter para o ano que vem, já que eles rasgaram o vínculo com a Renault, além disso tiveram a recusa da Mercedes, tendo assim apenas a Ferrari como opção, mas não vão fornecer os motores de ponta para eles.

Tal hipótese de receber motores de segunda mão não é bem vinda a Red Bull, que ameaça abandonar se não tiver um motor competitivo. Porém do jeito que está indo, a solução para o ano que vem caso a Red Bull e a Toro Rosso abandone a F1, seria implementar o terceiro carro por equipe, algo que já vem sendo discutido a algum tempo.

"Algumas equipes querem ter três carros, e várias pessoas também preferem ver a Ferrari com um terceiro carro do que ver um carro lento. No próximo mês, veremos se vamos seguir este caminho ou não", afirmou Ecclestone ao jornal holandês "Telegraaf".

Ecclestone também admitiu que não sabe o que vai acontecer ao certo com a Red Bull na F1.

“É uma situação complexa com muitos conflitos de interesse. Por que razão seus adversários iriam ajuda-los, e correrem o risco de serem batidos pelas suas próprias armas?”, concluiu o chefão da F1.
Share on Google Plus

About Raphael Carvalho

0 comentários:

Postar um comentário