Hamilton gostaria de desenhar circuitos após se aposentar da F1


As diferenças entre os traçados de Sochi e Suzuka, deixou Lewis Hamilton meio desiludido, já que comparando o desenho dos dois circuito podemos ver que um não é tão emocionante quanto o outro, pois o circuito Russo é todo reto enquanto o circuito japones tem várias elevações que acaba tornando a pista desafiante.

Hamilton ficou tão desanimado que admitiu que quando deixar a F1 irá se tornar desenhista de circuitos.

“Viemos para a Rússia depois do Japão, e é difícil imaginar duas pistas tão diferentes. O circuito de Sochi é muito plano, uma diferença enorme comparado com Suzuka, que é uma pista que você tem que levar a sério, pois ela tem diversas variações de altitude, curvas rápidas e muito mais”, escreveu Hamilton.

O futuro tricampeão também admitiu que gosta da variedade de pistas na  categoria, porém lamenta o fato de só existir um desenhista de circuitos.

“Algumas vezes penso que, quando sair da F1, vou começar a desenhar pistas e dar a Hermann Tilke um pouco de disputa. Eu corro e sei o que os pilotos gostam nos circuitos”, defendeu.

“Sinto que a maioria das pistas não capta a essência da F1. Eu sei que há restrições e limitações quanto à segurança, mas os circuitos parecem muito mal desenhados”, afirmou.


Por fim Hamilton revelou que uma pista perfeita é aquela que segue o curso do terreno, sem muitas alterações, pois é isso que dá a autenticidade ao circuito.

“Muitas das novas pistas são pouco autênticas. Mas há exceções, como Abu Dhabi e Austin, por exemplo”, concluiu o piloto da Mercedes.
Share on Google Plus

About Raphael Carvalho

0 comentários:

Postar um comentário