Oficial: Caterham deve ficar de fora dos GPs dos USA e do Brasil



E hoje o chefão da F1, Bernie Ecclestone começou a mexer os pauzinhos para tentar ajudar a equipe Caterham a sair da crise que eles vem tendo, e assim ele concedeu a equipe uma dispensa para os próximos dois GPs com objetivo de que eles consigam se reestruturar para disputarem o último GP da temporada que será realizado em Abu Dhabi no 23 de novembro. Entretanto está dispensa não significa que eles estarão de fora desses dois GPs, apenas quer dizer que se for necessário faltar nestas duas corridas, eles já tem uma autorização de Ecclestone.

"Numa conversa por telefone, hoje, entre Finbarr O'Connell e Bernie Ecclestone.  Ecclestone concordou em apoiar os administradores em seus esforços para vender a equipe para investidores que tenham condições financeiras para garantir o futuro da equipe. Bernie Ecclestone também concordou em dispensar a Caterham dos GPs dos USA e do Brasil, caso seja preciso, mas espera que um novo proprietário possa colocar a equipe em condições de correr no último GP da temporada em Abu Dhabi" afirma o comunicado.

Nesta semana, também vimos a antiga gestão que era liderada pelo grupo Engavest SA e tinha como seu representante Colin Kolles, abandonar de vez a equipe, passando a administração para O'Connell que é integrante da firma Smith & Williamson, que por sua vez é uma firma que ajuda empresas com problemas financeiros. E enquanto a fábrica da equipe em Leafield permanece fechada onde nenhum de seus 200 funcionários pode entrar, o novo administrador , O'Connell ,está procurando no momento interessados em comprar a equipe para que assim seja pago todas as dívidas trabalhistas e que a equipe possa voltar as suas atividades na F1.





Share on Google Plus

About Raphael Carvalho

0 comentários:

Postar um comentário