Mercedes irá permitir que Hamilton e Rosberg briguem livremente sem intervenções da equipes



Depois da ordem que a equipe Mercedes deu a Lewis Hamilton e a qual ele se recusou a obedecer parece que as coisas vão mudar daqui para frente nesta disputa entre Nico Rosberg e Lewis Hamilton pois a equipe afirmou que não irá mais intervir com ordens para ambos pilotos nas próximas corrida, dando assim a chance de cada um disputar livremente, isso por que a equipe já tem uma grande vantagem na tabela de construtores e que é praticamente impossível de se perder o título neste quesito, então agora eles vão focar no campeonato de pilotos que terá  Rosberg ou Hamilton campeão.

E para ajudar mais ainda nesta decisão, Niki Lauda apoiou totalmente a escolha de Hamilton de não obedecer a ordem da equipe, que iria beneficiar seu companheiro de equipe e com este apoio, Toto Wolff resolveu também mudar seus pensamentos.

"Isto é uma das coisas que estamos pensando", disse Wolff quando questionado se a Mercedes irá deixar seus pilotos correrem nos próximos GPs."No momento temos uma vantagem de 170 pontos no campeonato de construtores e talvez agora seja o momento de relaxar um pouco e deixar que eles disputem de maneira limpa sem qualquer tipo de intervenção da equipe".

 Wolff é devido a manter conversações com o par durante as férias de verão e, com a batalha entre o par aquecer, avalia a única abordagem Mercedes pode fazer é deixá-los lutar em pista.

"Talvez tenhamos chegado a um ponto o qual o que decidimos no começo da temporada não valha mais, pois não podemos ficar pedindo para que eles troquem suas posições entre si ou que isto coloque em risco as suas próprias chances de título para poderem beneficiar a equipe" afirmou Wolff.

"E daqui para frente não teremos mais está situação pois temos que aprender com ela, já que a cada corrida que passa a rivalidade entre eles aumenta mais ainda e a dificuldade de baterem seu companheiro de equipe também fica mais difícil  " concluiu Wolff



Share on Google Plus

About Raphael Carvalho

0 comentários:

Postar um comentário